Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carina, em 28.11.10

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:28

Three.

por Carina, em 25.11.10

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:25

Porto seguro*

por Carina, em 22.11.10

Fazes-me sentir outra pessoa – alguém forte, capaz. Alguém que nada teme e com força para enfrentar o mundo lá fora – mas quando te afastas de mim tenho tanto medo; sinto-me perdida no meio da multidão que ao passar nada me diz.

Tu foste e eu fiquei. Ouço o barulho dos carros a trabalhar, as buzinas soam insistentemente enquanto a confusão se instala e eu ali no meio de tal aparato sem que alguém dê conta da minha presença – e o mundo continua. Fecho os olhos na tentativa de me abstrair do que acontece à minha volta. Vejo-te a ti, seguras-me na mão e levas-me contigo. Ao longe não tenho percepção do sítio para que me dirijo, mas chegamos, uma pequena lembrança surge na minha cabeça e relembra-me que já aqui estive. Onde estou, pergunto eu. – Estamos no nosso mundo, não tenhas medo eu estou aqui. Então agarro-me a ti, com tanta força. Estou a sonhar. Dançamos, giramos sobre a relva, abraço-te e peço-te para nunca mais partires. Ouço um barulho estridente bem perto dos meus ouvidos – abro os olhos – acordei. Tu não estás, corro para sair dali e não encontro a saída, volto a sentir-me perdida. Onde estás tu?

Isto poderia ser um excerto de um livro de medíocre qualidade, um escritor de segunda ou terceira, mas não, é a minha vida sem ti. Um turbilhão de emoções, umas linhas perdidas sem sentido. Umas setas trocadas que não me dizem o caminho. Sinto uma dependência de ti para ser eu – assusta-me! – Quando não estás continuo a ser eu, mas perco a coragem que em mim colocas, perco o meu porto seguro. Não preciso que estejas a meu lado a cada segundo da minha vida, nem tão pouco que vivas por mim, preciso de saber que estás aqui e que vais ficar. Só isso me dá segurança, só isso me faz sentir mais forte e confiante. A cada dia que está perto ganho, ganho muito, sou forte. Quando te sinto a afastar-te de mim, de nós perco, perco tudo o que ganhei até então.

Se vieste que seja para ficar. (eu sei que é)


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:15

Distractions

por Carina, em 21.11.10

"I love you, I love you, I love you, I do

I only make jokes to distract myself

From the truth, from the truth."

Distractions, Zero 7

 

 


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:39

Ainda existem príncipes*

por Carina, em 19.11.10

"A pessoa certa não é a mais inteligente, a que nos escreve as mais belas cartas de amor, a que nos jura a paixão maior ou nos diz que nunca se sentiu assim. Nem a que se muda por nossa causa ao fim de três semanas e planeia viagens idílicas ao outro lado do mundo. A pessoa certa é aquela que quer mesmo ficar connosco. Tão simples quanto isto. Às vezes, demasiado simples para as pessoas perceberem. O que transforma um homem vulgar no nosso príncipe é ele querer ser o homem da nossa vida. E há alguns que ainda o querem. (...)

O príncipe que sabe o que quer não é a melhor pessoa do mundo; é o melhor namorado do mundo, porque não é o que olha todos os dias para nós, mas o que olha por nós todos os dias. Que tem paciência para os meus, os teus, os nossos amigos e que ainda arranja um lugar num jantar para os amigos dos outros. Que partilha a vida e vê em cada dia uma forma de se dar aos que lhe são próximos. Que quando está cansado, fica em silêncio, mas nunca deixa de nos envolver com um sorriso. Não precisa de um carro bestial, basta-lhe uma música bestial para ouvir no carro. Pode ou não ter mota, mas tem quase sempre um cão. Gosta de ler e sair pouco à noite porque prefere ficar em casa a namorar e a ver programas alternativos. Cozinha o básico, mas faz os melhores ovos mexidos do mundo e vai à padaria num feriado. O príncipe é um príncipe porque governa um reino, porque sabe partilhar, porque ajuda, apoia e nos faz sentir que somos mesmo muito importantes. (..)

E como o melhor de estar vivo é saber que tudo muda, um dia muda tudo e ele aparece. Depois, é só deixá-lo ficar um dia atrás do outro.. Se for mesmo ele, fica."

 

Margarida Rebelo Pinto

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 21:52

You Know Who I Am

por Carina, em 17.11.10

You Know Who I Am

Yeah, I've walked through dangers
I've talked to strangers
But they didn't, they didn't understand
When the world seems senseless
It's me and you against them
And I love you 'cause you know who I am

 

All you dreamers keep dreaming
And let those dreams rise into the light
Go find someone who loves you
To live those dreams through
Don't you go get swallowed by the night

 

I've walked the stages
I've read the pages
And never, never reached the end
All the world seems senseless
You're here with me against them
And I love you 'cause you know who I am

 

Deep inside every soul
There's a sadness on the verge of climbing through
Now don't you try and fix it
Why would you do that?
How beautiful when sadness turns to songs

 

And I'll walk through dangers
I'll dance with strangers
But they will never understand
We'll never be defenseless
We'll win this war against them
Don't you doubt this, yeah I'm sure we can
And who cares if they never understand
And I love you 'cause you know who I am

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:28

Vamos conversar

por Carina, em 11.11.10

Vamos conversar…

 

Uma conversa sem princípio meio ou fim, uma conversa sem qualquer assunto, uma conversa sem interceptor ou receptor, uma conversa muda, uma conversa como tantas outras que já tivemos; uma conversa em silêncio, uma conversa de olhares sossegados. Acalma-me o coração, descansa-me o corpo e a alma, sossega-me como só tu podes e sabes fazer.

Conta-me os teus segredos, fala-me dos teus medos, diz-me com que sonhas.

Vamos conversar… quando tiveres medo agarra-me, quando sonhares leva-me contigo e deixa-me fazer parte dos teus segredos.

Conheço-te de olhos fechados, consigo decifrar o que pensas, descobrir o que sentes, consigo perceber o medo, a mentira ou a insegurança quando se instalam em ti. Consigo ver em ti muito mais do que aquilo que se pode ver à luz do dia. Fala-me, mas não digas nada.


Olha para mim e vamos conversar.

 

 

 

 


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:11

Encontrei-te*

por Carina, em 09.11.10

"Na vida de cada homem, (…), só existe uma mulher com quem é possivel conseguir a união perfeita e, na vida de cada mulher, só existe um homem com quem pode sentir-se completa. Todavia, poucos, muito poucos, acabam por se encontrar.”

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:29

Lugar

por Carina, em 09.11.10

"Há tanta coisa que te quero dizer, mas não tenho a certeza de por onde começar. Deveria começar por te dizer que te amo? Ou que os dias que passei contigo foram os mais felizes da minha vida? Ou que o pouco tempo que passámos juntos foi suficiente para me convencer de que o nosso lugar é ao lado um do outro? Podia dizer-te tudo isto e tudo seria verdade, contudo ao reler o que escrevi, não consigo pensar em mais nada para além de que adorava poder estar contigo neste momento de mãos dadas, a ver o teu sorriso esquivo."

(Nicholas Sparks, Juntos ao Luar)

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:49

P.S. I love you

por Carina, em 05.11.10

Gosto tanto de ti e não sei porque não to digo mais vezes; sinto a tua falta, tenho saudades de te ter perto e nem assim sou capaz de mostrar o que sinto. Sou uma criatura estranha deves estar tu a pensar, pois estamos de acordo. O tempo passa e não quero sentir a sua passagem, não quero sentir que é mais um dia e tu não estás, não quero pensar no tempo que ainda falta para estares aqui. Quero parar no tempo sentir que foste ontem e vens amanhã. Não quero aceitar que o amanhã demore tanto tempo.

Gostava de ter mais jeito com as palavras para te mostrar como és importante e como me fazes falta. Gostava de ser capaz de te dar um abraço, um beijo, um carinho quando estás perto, mas não sei como o fazer e depois quando paro sinto-me triste por nunca ser capaz de nada!

Desculpa se não sei fazer-te sentir a grande importância que tens para mim, desculpa por não saber mostrar o quanto gosto de ti. Desculpa!

Apesar de tudo espero que nas poucas tentativas (falhadas) que tenho feito tenhas percebido que és uma parte importante de mim! Vem rápido para aqui, já chega de estares longe.

 

P.S. I love you!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:29

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Novembro 2010

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930




Links

Caixinha de segredos