Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Abraça-me com força*

por Carina, em 03.02.11

 

Dou por mim a perguntar “porquê”- o porquê de tudo isto estar a acontecer, porquê nesta altura, porquê a mim – de cada vez que o diagnóstico não nos agrada fazemos esta pergunta e nunca encontramos resposta. Mas persistimos.

Tenho uma vontade enorme de voltar a ver o sol de frente, de abrir as janelas para deixar entrar a brisa e os raios de luz. Tenho saudades de fazer o tanto que gostava e que na verdade não era nada – nada de produtivo ou de útil. Sinto falta de uma presença permanente no meu dia-a-dia, mesmo que esse alguém em nada contribuísse para a minha felicidade, a presença física de uma pessoa nos meus dias fazia-me sentir protegida neste mundo de loucos e há muito que me sinto desamparada.

Preciso de um abraço apertado que me aconchegue, um sorriso, um olhar. Preciso de ti.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:43


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Raquel a 18.02.2011 às 22:25

Por vezes um abraço faz toda a diferença. Principalmente se for "aquele" abraço.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Fevereiro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728




Links

Caixinha de segredos